Abrindo uma nova empresa: saiba quais devem ser seus primeiros passos

,
empresa

Chegou a hora! Depois de muitas ideias, muitos rabiscos, muitas noites em claro, você finalmente decidiu que vai abrir sua própria empresa. Bom, esse certamente já foi um caminho árduo e chegar até aqui é um grande mérito dos empreendedores.

Agora começa uma fase com várias etapas, absolutamente burocrática, e que vai demandar tempo, pesquisa e organização da sua parte. O bom é você pode encontrar na Internet muitas informações sobre isso, muitas recomendações e caminhos a serem seguidos.

Paciência é palavra chave nesse processo! Claro que agora você já quer fazer tudo da maneira mais rápida possível, mais esse é um processo que necessita de aprovações e definições de órgão públicos, por isso costuma levar tempo.

Mas em termos práticos, a sequência que você precisa seguir é essa:

  • Registro na Junta Comercial – o nascimento;
  • Registro na Receita Federal do Brasil – CNPJ;
  • Registro na Prefeitura – alvará de funcionamento e ISSQN;
  • Registro na Secretaria Estadual da Fazenda – Inscrição Estadual.

Antes de ir até a Junta Comercial fazer o registro, você precisa ter em mão o contrato social da sua empresa. É recomendável que você procure um profissionais da área jurídica para ajudar a escrever esse documento. É ele quem determina o que a empresa pode ou não fazer, em qual setor atua e qual será a classificação fiscal (que reflete nos impostos pagos). O contrato social é a certidão de nascimento da sua empresa.

Feito isso, você vai levar o contrato social da sua empresa até a Junta Comercial da sua cidade. Lá você vai verificar se o nome escolhido está livre. Em alguns estados você pode fazer essa pesquisa pela Internet mesmo.

Documentos necessários na Junta Comercial

  • Contrato social ou requerimento de empresário individual ou estatuto em 3 vias
  • Cópia autenticada de RG e CPF do titular ou dos sócios.
  • Requerimento padrão (capa da junta comercial), em uma via
  • FCN (Ficha de Cadastro Nacional) modelo 1 e 2, em uma via.
  • Pagamento de taxas através de DARF

Os preços e prazos podem variar de estado para estado.
Depois de registrar sua empresa, você vai receber um número chamado NIRE, que será utilizado para emitir o seu CNPJ. Para obter o CNPJ, você entrar no site da Secretaria da Receita Federal e fazer o registro através do DBE.

Já com o CPNJ em mãos, você deve ir até a prefeitura da sua cidade para obter o alvará de localização e funcionamento. O alvará é o documento que autoriza o funcionamento de instituições comerciais.

Documentos necessários na Prefeitura (podem variar em cada região)

  • Formulário próprio da prefeitura,
  • Consulta prévia de endereço aprovada
  • Cópia do CNPJ
  • Cópia do contrato social
  • Laudos dos órgãos de vistoria, quando necessária.

O próximo passo é a inscrição estadual. Esse registro é necessário por conta do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Em alguns lugares esse requerimento já pode ser feito pela Internet. Vários estados também fizeram um convênio com a Receita Federal, e você já pode fazer a inscrição estadual e o CNPJ em um único cadastro. Por isso você deve verificar qual é o procedimento em seu estado.

O último passo é solicitar a autorização na para emitir notas fiscais na prefeitura (para serviços) e na secretaria estadual de fazenda (indústria e comércio).

Para saber mais detalhes sobre cada um desses processos, você pode consultar o site do Sebrae, que oferece informações mais detalhadas sobre o tipo de alvará que você precisa, por exemplo.

Agora que você já sabe como é todo o processo e tem uma ideia de como ele pode ser burocrático e demorado abrir uma empresa, especialmente se você não é uma pessoa extremamente organizada, entre em contato com a Conta Ágil!

Temos um serviço de abertura de empresas que se encaixa perfeitamente na sua necessidade. Ajudamos você em todas as etapas listadas acima, organizamos os documentos necessários, as taxas e tudo o que você precisar.

Dizem que atualmente tempo é muito mais valioso do que dinheiro, não é mesmo? Economize o seu, foque sua energia no desenvolvimento da sua empresa e deixe a parte burocrática com a gente!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.